• Ricardo Normanha

Projeto Agbara - Campinas/SP

O Projeto Agbara consiste em um Fundo Rotativo Solidário criado por mulheres negras e destinado às mulheres negras e indígenas.



Nesta quinzena, socializo o espaço desta coluna para a divulgação de um projeto solidário levado a cabo por e para mulheres negras, o Projeto Agbara de Campinas, interior de São Paulo. Abaixo segue o texto de apresentação do projeto.



O Projeto Agbara consiste em um Fundo Rotativo Solidário criado por mulheres negras e destinado às mulheres negras e indígenas empreendedoras.


Fundos Solidários surgem como resposta a falta de políticas públicas direcionadas ao fortalecimento e autonomia dessas mulheres em um contexto de mais uma crise cíclica do sistema capitalista e consequente aprofundamento das desigualdades sócio-raciais.


Somos quatro mulheres negras audaciosas e concebemos o Agbara para se tornar, dia a dia, um projeto de micro transferência de renda através dos fomentos financeiros aos pequenos empreendimentos das mulheres contempladas, produtor de ações permanentes e sustentáveis, com programas de formação e aperfeiçoamento profissional, que prioriza e se fundamenta nas discussões das relações étnicorraciais . É um projeto antirracista em todos os sentidos: é protagonizado por mulheres negras do início ao fim que entendem a importância da circularidade dos poderes, porque para combater o racismo é imprescindível proporcionar a circularidade do poder sociocultural (de prestígio) e econômico (financeiro) que foi concentrado por séculos nas mãos de um mesmo grupo étnico.


Através de doações mensais de pessoas colaboradoras fixas, contemplamos todos os meses no mínimo três mulheres negras ou indígenas das cidades de Campinas, Hortolândia, Sumaré, Americana e Paulínia em seus pequenos empreendimentos.


Fomentar os projetos de mulheres negras é importante para combater o racismo estrutural que as priva de acessos e também para revigorar suas autoestimas, ajudá-las a ter independência financeira para que consigam, por exemplo, se libertar de relações abusivas e ciclos de violência em suas vidas íntimas, além de incentivar seus sonhos.


Como sabemos, mulheres nunca pensam apenas em si! Quando você fortalece mulheres negras e indígenas, fortalece uma rede de no mínimo quatro pessoas que orbitam estas mulheres, pois elas vivem de maneira verdadeira práticas de coletividade! Ou seja, em um só projeto temos: protagonismo de mulheres negras, produção e sistematização de uma série de saberes técnicos, circularidade de poderes, transferência de renda, fornecimento de microcrédito, fortalecimento de autoestimas, combate a violência doméstica na medida em que fortalece a independência financeira das mulheres, promoção de formações e ações coletivas em redes comunitárias. O Agbara é realmente incrível!

Seja uma pessoa colaboradora! Entre em contato, se inscreva e doe R$20 por no mínimo 12 meses para viabilizar a continuidade e extensão do Projeto Agbara!


Abraços Negros,

Equipe Agbara


Instagram: https://www.instagram.com/projetoagbaracampinas/

Telefones: 19 982680583 Aline Odara

19 987127823 Fabi Aguiar


38 visualizações
apoie.png