O amor reformista e a impossibilidade de superação



Superar politicamente é lindo


O ato da destruição, da Revolução!


Nós, comunistas, assumimos a superação do capitalismo


Podemos destruir o sistema e construir o socialismo!


Superar um amor é possível? Sim.


Desde que assumamos sua destruição


Caso não, informo-lhe: és um reformista!


Reformar não é destruir


Mas aprender a viver


Não superarás à ela, pois é impossível destruir tua memória do antigo conviver


Conservá-lo-á,

padecerá em tristeza


Sucumbirá à infelicidade


Mas, como reformista, não destruirá


Pois ela


Em você,


Sempre viverá.



Para Ela, minha pessoa.

49 visualizações
apoie.png