• williamspoiato

Democracia e luta de classes | Coluna Pagu



Conheçam o Clube Pagu: www.clubepagu.com.br

Bem vindo à Coluna Pagu, coluna quinzenal do Clube Pagu para a revista Clio Operária. A ideia desta coluna é comentar e auxiliar na leitura do livro do mês do Clube e ainda por cima debater um pouco sobre o Marxismo leninismo.

O primeiro livro de Junho do Clube Pagu foi o Democracia e luta de Classes de V. Lênin. Esta leitura é uma seleção de artigos e textos de Lênin sobre a “democracia”, leitura para lá de atual, quando a esquerda toma a posição de defesa da democracia e contra o fascismo.

Antes de tudo, temos de apresentar V. Lênin(1870-1924).Com nome de berço Vladimir Ilitch Ulyanov, ganhou um segundo nome, militante, V. Lênin, na juventude teve vida confortável até a morte de seu pai e a execução de seu irmão pelo Czar da Rússia, acusando-o de conspiração revolucionária. Teve as portas da universidade fechadas ao ser expulso Universidade de Kazan devido a sua atividade política, já engajado em criar um partido operário, o Partido Social Democrata é interceptado e enviado para Sibéria em 1895, onde aperfeiçoa seu pensamento e desenvolve obras como “O Desenvolvimento do Capitalismo na Rússia”; entre 1901 e 1903 desenvolve todo um pensamento sobre a ação do partido e sua estrutura, trava uma luta interna, com livros como o “Que fazer?”; um grupo cerra-se a sua volta (os bolcheviques) vencendo aqueles que defendiam um partido de tipo tradicional (Mancheviques); em 1905 as derrotas russas na guerra Russo-Japonesa, teve início uma revolta em São Petersburgo e ocorre o domingo sangrento, que Lênin observou ser o ensaio geral da revolução; a primeira guerra abriu as portas para uma segunda investida dos trabalhadores, em 1917, em fevereiro os Mancheviques chegam ao poder, ao falhar em tirar o país da guerra são escorraçados do poder pelos trabalhadores, e Lênin é retirado de seu exilio e a revolução russa de outubro se firma; a frente dos vermelhos Lênin enfrenta uma guerra civil e lança mão da conhecida política de reconstrução econômica (NEP), morre em 1924 após diversos AVC’s.



Certa vez, o autor escreveu, no calor da revolução, que uma de nossas tarefas era destruir a democracia. Oras, é claro que isso faz corar até o mais vivaz liberal. Mas do que falava Lênin?

Lênin, com bom discípulo de Marx e Engels trata o termo democracia com uma dupla conceitualização em uma, dialética, típica das obras do marxismo, uma ligada à forma e outra ao conteúdo:

Ao debater a democracia como forma, Lênin debatia o Estado Liberal, ou melhor, o Estado Liberal Burguês, que em sua forma democrática são uma ilusão lançada sobre os trabalhadores. A democracia enquanto forma burguesa é, sem dúvida, melhor para a atuação dos comunistas, dizia ele, pela facilidade de propaganda e circulação de ideias, ao mesmo tempo, é no fundo, uma grande farsa, devido a função estrutural do Estado e a sua funcionalidade (como arma de uma classe contra a outra) esta forma democrática esconde no fundo uma ditadura burguesa, na prática social, concretamente. Não a toa é nossa tarefa desmoronar a democracia enquanto forma.

A democracia enquanto conteúdo já não existe, à medida que o poder concreto, sua prática social, é erradicado de 9/10 da população. Por isso é preciso lutar e organizar outra ditadura, a do proletariado. Se o Estado é a arma de uma classe contra a outra e a burguesia não entregaria o poder econômico tão facilmente, ou seja, se para retomar o poder econômico (socializar a propriedade p. ex.) é preciso primeiro tomar o poder político, e mais do que isso, para destruir o Estado é preciso ao mesmo tempo destruir as classes sociais antagônicas, logo é preciso organizar a democracia enquanto conteúdo, uma ditadura do proletariado, onde o poder seja de fato democratizado para 9/10 da população, para os trabalhadores e o Estado não seja abolido, mas definhe lentamente junto da classe burguesa em busca de sua superação, a comunidade, o Comunismo.

Esta e outras reflexões e provocações de Lênin acerca da democracia estão presentes neste estudo. Isto o torna providencial diante do nosso cenário político! A ascensão de Bolsonaro ao poder e a defesa da esquerda pela democracia devem ter em sua base mais do que a defesa da forma da democracia, mas também o verdadeiro conteúdo! Devem ser guiado rumo ao poder operário!

Quer receber livros como este?

Assine o Clube Pagu e receba livros marxistas na sua casa todos os meses: apoia.se/clubepagu



61 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
apoie.png